Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Montanhas Lindas

Vamos caminar na serra de Soajo, nas Montanhas Lindas do Ventor

Vamos caminar na serra de Soajo, nas Montanhas Lindas do Ventor

Montanhas Lindas

09 08 09_1163.jpg


Estes rojões foram assados junto à nascente da Corga da vagem

06
Dez06

Os Carvalhos do Grilo

Luiz Franqueira

 

Saindo da Ponte de Arriba dos Moinhos, rumo à Assureira, encontramos os carvalhos do Grilo, caminhando ao lado deste velho muro que cerca bouças e prados.

 

 

Estes carvalhos e este sobreiro já eram deste tamanho quando eu andava por ali agarrado ao rabo das vacas, pelo meno,s há 50 anos!

 

 

Já nesse tempo, o musgo e as heras embelezavam os seus troncos, então bem pujantes, cheios de bugalhos e bolotas.

 

 

Mas eles são magestosos, embrulhados nas suas capas de musgo.

 

 

Mas os carvalhos são acompanhados, aqui e ali, por sobreiros e por um ou outro castanheiro que, no seu conjunto formam uma beleza ainda maior.

 

 

Mas se não há quem hoje apanhe as castanhas nem as bolotas para os porcos, elas são uns manjares para os novos habitantes da zona. Javalis e esquilos.

 

 

Esses animais não foram companheiros do Ventor, mas hoje com a chegada da Diáspora, a nossa Diáspora, os javalis e os esquilos foram introduzidos.

 

 

Mesmo assim, ainda deu para ver uma vaca perdida a matar a fome, fugida das alturas das nossas montanhas que bestas lhas queimaram. Ela quis partilhar comigo a sua tristeza.

 

 

Ao ver a vaca voltei-me para trás para ver o caminho que não sei se voltarei a fazer um dia, na direcção do Eido. O Eido! Como sabe bem ouvir este som!

 

 

Além desses e outros, temos os gaios que também se alimentam de bolotas e sempre foram velhos companheiros do Ventor. Este é o seu mundo!

 

 

Sempre ao lado deste muro, caminhei, em 28 de Agosto, muito cedo ao lado do passado. Aqui, a minha mãe, tias e outras mulheres de Adrão, pousavam os feixes de lenha que traziam desde a Assureira, para um curto descanço. Quase senti o seu arfar! 

 



As Montanhas Lindas do Ventor, são as montanhas da serra de Soajo, da serra da Peneda, da serra Amarela, do Gerês, ... são as montanhas dos seus sonhos e são, também, as montanhas da sua gente

Flores de Adrão; na serra de Soajo

Apresento-vos as fotos do Ventor. Esta flor encontrou-a, pela primeira vez, junto à Fonte das Forcadas, rumo à Corga da Vagem e, daqui rumo à Derrilheira

Esta é a cruz da Portela de cima, para um lado, fica a serra da Peneda, para o outro, ficam as serras Amarela e Gerês.

Ago,28Olc 060.jpg

Esta flor encontrou-a, junto à nascente das Fontes, a minha Parnaso

Esta foto representa um amigo do Ventor que em 2006, perguntou:. "já viste esta desgraça, Ventor"?

Ago,28 174-1.jpg

Estas flores são aquelas que, em miúdo, chamava flores do S. João

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.