Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

n' As minhas Montanhas Lindas

Vamos caminar na serra de Soajo, pelas Montanhas Lindas do Ventor, com os garranos na Corga da Vagem

Vamos caminar na serra de Soajo, pelas Montanhas Lindas do Ventor, com os garranos na Corga da Vagem

n' As minhas Montanhas Lindas


Os rojões assados na Corga da Vagem

Lá vai tudo numa nova caminhada: a dos rojões

O Luis Perricho levou o Ricard, a água já estava lá e foi a festa

Passagem pelo Alto da Derrilheira. Olhar! Olhar! Fotografar!
13
Abr16

Serra de Soajo ...

Luiz Franqueira

... Pedrada, Outeiro Maior, Corga da Vagem, Fonte das Forcadas, Curral do Pai, Seida, Muranho, Naia, ... que mais?

São estes nomes que dão vida a uma das serras lindas do nosso país - a serra de Soajo. São só 1416 metros de altura mas são metros belos que me viram crescer. Eu cresci, caminhando pelos montes da Açoreira, pelo Barroco, pela Centieira, pela Presa do Cabreiro, pela Chãe do Ruivo, pelo Gondomil, ... mas, sempre de olhos postos na Derrilheira.

 

 

DSC02710.jpg

 

 A primeira vez que me cheguei a estas pedras, na Naia, tive receio que o lobo me esperasse por ali

 

A Derrilheira é o pico mais alto que observamos de Adrão. Nesses tempos, eu pensava nessa etapa. Subir até ao Alto da Derrilheira. Para isso. teria de subir a primeira etapa - a Férrea. Não era fácil para um puto. Depois, com o andar do tempo, a Chãe do Boi, subir à Fonte da Naia, caminhar pela Naia, obsevar a Brusca e, através dela, lá longe, o Fojo do Lobo. Depois, com o andar do tempo, bebi água na Fonte do Muranho. Um dia, enchi-me de coragem e fui, só, à procura das minhas vacas. Subi do Muranho à Derrilheira, sentei-me numa pedra a observar Adrão e a sua Veiga. Nesse dia, senti-me no céu e senhor do Mundo.

 

DSC02846.jpg

 

A primeira vez que bebi água aqui, na fonte do Muranho, não havia nada destas "modernices"

 

Depois fui à Pedrada! Caminhei na Corga da Vagem e não dei com a fonte! Fui beber água à Fonte das Forcadas. Hoje, pelo menos, no mês de Agosto, não há lá fonte. Hoje sei bem onde fica a fonte da Corga da Vagem mesmo, quando não podemos lá beber água. Podemos fazer como as vacas e beber na Corga. A Corga da Vagem é a nascente mais alta do rio de Bordença.

 

DSC02947.jpg

 

A foto não diz nada sobre as belezas paisagísticas que observamos desde a Pedrada

 

Da terceira vez que fui à Pedrada, estava um dia de calor. Desci da Pedrada ao Curral do Pai e assisti a uma peripécia, aquilo a que eu chamo, um filme sem tela. O mais natural possível! Havia uma vaca que andava ao boi. A vaca era uma e os bois eram catorze. Uns velhadas e uns jovens. Sentei-me numa pedra a apreciar a luta, entre os bois, pela posse da vaca. Quando um saltava para cima da vaca, era logo atacado por outro e a vaca não era para nenhum. Numa determinada altura engalfinharam-se numa luta sem tréguas, uns com os outros, e um touro novato, achou que a luta não era com ele, aproveitou a zaragata, entre os outros e foi-se à vaca. Para mim, foi a única vez que assisti a uma guerra daquelas. Claro que nunca a esqueço mas nunca mais assisti a outra guerra igual.

 

Tudo isso faz parte do meu chavão - Montanhas Lindas.


As Montanhas Lindas do Ventor, são as montanhas da serra de Soajo, da serra da Peneda, da serra Amarela, do Gerês, ... são as montanhas dos seus sonhos e são, também, as montanhas da sua gente

14
Jul15

Caminhar pelas minhas Montanhas Lindas

Luiz Franqueira

Estou de olho nos abutres! Desta vez, vou tentar ter mais sorte se eles aparecerem. Pelo menos tento caminhar sempre com os olhos nos horizontes mais altos, com ou sem abutres e, se não conseguir pisar as carrascas e as carquejas, vou caminhando por aqui.

A olho aberto, no meio dos chascos, ou com o olho nas fotos, as minhas Montanhas Lindas, são sempre lindas. Até nós concorremos para a sua beleza. Vejam só!

Há sempre um hotel para pernoitar!

 

Ago,28Olc 188.jpg

 

Em 2006 sobre cinzas, dois Luises, o Luis Perricho e o Luis Franqueira

 

E matar a sede?

Tudo serve! Como aqui, na nascente do Muranho. Água fresquinha, que o Jack nunca pensou que lhe passaria pelas beiças, como diria o seu pai que Deus tem.

 

Ago,28Olc 202.jpg

 

O Jack sentado ao lado da nascente do Muranho, em Agosto de 2006

 

Ou então, levar uma garrafinha de vinho, como fez o Luis Perricho em 2006 na nossa primeira caminhada à Pedrada. Em Agosto, não vá o diabo tecê-las e as nascentes estejam secas. No Muranho nunca terá acontecido mas, alguma vez pode ser a primeira. Por isso, eis a garrafa!

 

Ago,28Olc 203.jpg

 

O Luis Perricho e o seu tesouro de vinho verde

 

Mas pode haver mais este ano. Pelo menos, eu assim o espero.

Para já, não se limitem a essas 3 fotos. Têm aqui em baixo mais 115 que, se estiverem dispostos a perder uns minutos e gostarem de ver fotos em slideshow, é só fazer clik e podem ir da Barreira ao Muranho como nós fizemos em 2009.

 

Vejam aqui 115 fotos e como são lindas as minhas Montanhas Lindas (Barreira-Muranho, em 2009).


As Montanhas Lindas do Ventor, são as montanhas da serra de Soajo, da serra da Peneda, da serra Amarela, do Gerês, ... são as montanhas dos seus sonhos e são, também, as montanhas da sua gente

Flores de Adrão; na serra de Soajo

Apresento-vos as fotos do Ventor. Esta flor encontrou-a, pela primeira vez, junto à Fonte das Forcadas, rumo à Corga da Vagem e, daqui rumo à Derrilheira

Esta é a cruz da Portela de cima, para um lado, fica a serra da Peneda, para o outro, ficam as serras Amarela e Gerês.

Ago,28Olc 060.jpg

Esta flor encontrei-a, junto à nascente das Fontes, a minha Parnaso

Esta foto representa um amigo do Ventor que em 2006, perguntou:. "já viste esta desgraça, Ventor"?

Ago,28 174-1.jpg

Estas flores são aquelas que, em miúdo, chamava flores do S. João

Mais sobre mim

foto do autor

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.