Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

n' As minhas Montanhas Lindas

Vamos caminar na serra de Soajo, pelas Montanhas Lindas do Ventor, com os garranos na Corga da Vagem

Vamos caminar na serra de Soajo, pelas Montanhas Lindas do Ventor, com os garranos na Corga da Vagem

n' As minhas Montanhas Lindas

A foto do cabeçalho são garranos na Corga da Vagem - serra de Soajo


A caminhada dos rojões, na Corga da Vagem - serra de Soajo


Os rojões assados na Corga da Vagem

Lá vai tudo numa nova caminhada: a dos rojões

O Luis Perricho levou o Ricard, a água já estava lá e foi a festa

Passagem pelo Alto da Derrilheira. Olhar! Olhar! Fotografar!


Vamos subir ao nosso miradouro?

Estivemos lá em Agosto de 2017. O miradouro a que me refiro, chama-se: «Alto da Derrilheira».

Quem conhece e quer lá voltar, caminhe aqui; quem não conhece e quer vir a conhecer, caminhe aqui.

Quem já conhece e quer matar saudades, caminhe aqui. Eis toda a natureza envolvente que vemos do alto da Derrilheira.


.


Enquanto o António Amorim e o Luiz Perricho punham as conversas em dia, eu quis ver a minha máquina trabalhar e assim, irei à Derrilheira sempre que me apetecer.


10
Out12

Um Príncipe nas minhas Montanhas Lindas

Luiz Franqueira

Sempre com o passado!

Caminharmos de mãos dadas com o passado é continuarmos a viver!

Não é saudosismo, não!

Perguntei a uma amiga romena se os romenos não têm o instrumento da palavra "saudade"!

Disse-me que não tinham a palavra saudade mas partilham os mesmos sentimentos que ela transmite.

Recordamos, sentimos, choramos, ... Sim, existe em nós a vossa saudade, Ventor!

 

 
Um bezerro em Adrão
 
Por isso, todos vivemos a saudade, mesmo que a palavra não exista nos respectivos léxicos.
No dia que fotografei este menino, em 28 de Agosto de 2006, ia morrendo na Assureira. Foi a saudade que me levou lá e foram os anjos que me levaram até ao bezerro, na Lama das Cruzes. Era lindo, por isso o deixo aqui para o olharem porque, ele, foi príncipe nas minhas Montanhas Lindas.

As Montanhas Lindas do Ventor, são as montanhas da serra de Soajo, da serra da Peneda, da serra Amarela, do Gerês, ... são as montanhas dos seus sonhos e são, também, as montanhas da sua gente

Flores de Adrão; na serra de Soajo


Apresento-vos as fotos do Ventor. Esta flor encontrou-a, pela primeira vez, junto à Fonte das Forcadas, rumo à Corga da Vagem e, daqui rumo à Derrilheira



Esta é a cruz da Portela de cima, para um lado, fica a serra da Peneda, para o outro, ficam as serras Amarela e Gerês.



Esta flor encontrei-a, junto à nascente das Fontes, a minha Parnaso





Estas flores são aquelas que, em miúdo, chamava flores do S. João



Mais sobre mim

foto do autor

subscrever feeds

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.